Gases Tóxicos

Um gás tóxico pode ser definido como um composto que, quando inalado, ingerido ou absorvido através da pele, pode provocar uma grande variedade de danos ao ser humano, desde simples irritações até a morte, mesmo em concentrações muito baixas. As medidas mais frequentemente utilizadas para a concentração de gases tóxicos são partes por milhão (ppm) e partes por bilhão (ppb).

Os efeitos dos gases tóxicos no organismo humano dependem diretamente da concentração (Risco Imediato) e do tempo de exposição (Efeito Acumulativo).

Com relação ao tempo de exposição, os limites dos gases tóxicos são definidos como Valores Limite, sendo diferenciados de duas formas e representados pelas siglas TWA (Time Weight Averange Concentration) – Concentração Média Ponderada no Tempo; e STEL (Short Term Exposure Limit) – Limite para Curto Período de Exposição.

Entenda o que cada um deles significa:

Valor Limite – TWA: a concentração média ponderada no tempo para uma jornada de trabalho convencional de 8 horas/dia, totalizando 40 horas semanais. Período no qual acredita-se que quase todos os trabalhadores podem ser repetidamente expostos, dia após dia, sem efeitos adversos.

Valor Limite – STEL: a concentração para a qual se acredita que podem estar expostos continuamente durante um curto período de tempo sem sofrer irritação, danos crônicos nos tecidos ou irreversíveis. O STEL é definido como uma exposição de 15 minutos, o que não deve ser excedido em qualquer altura durante um dia de trabalho.

Principais Gases Detectados

  • Amônia (NH3)
  • Óxidos de Nitrogênio (NO, NO2, N2O3, N2O5)
  • Dióxido de Enxofre (SO2)
  • Ozônio (O3)
  • Gás Cloro (Cl2)
  • Monóxido de Carbono (CO)
  • Sulfeto de hidrogênio (H2S)
  • Benzeno (C6H6)